Fraude ou erro: Pesquisa tenta manipular a população do DF

Os pseudos dados coletados no Distrito Federal, por um instituto ligado a um jornal mineiro, produz um escárnio à inteligência do povo brasiliense 

A recente pesquisa feita sob encomenda, pelo desconhecido instituto Data Tempo, para enganar a sociedade brasileira, revela como será a guerra eleitoral faltando um ano e dois meses para as eleições de 2022. A pesquisa feita para avaliar o desempenho dos governadores dos Estados e do Distrito Federal, foi realizada entre os dias 9 a 15 de setembro, ouvindo 2. 025 pessoas no país. 

O levantamento divulgado, sem nenhum relatório demonstrativo, ouviu 28 pessoas, o que representa 0,0025% dos mais de 3 milhões de habitantes do Distrito Federal. Mesmo os estados com maior população, têm amostra inexpressiva, capaz de registrar profundas distorções, algumas vezes com resultado altamente favorável a alguns governadores. De acordo com os dados fakes, a pesquisa do Data Tempo aponta o governador do DF com 50% de reprovação. 

Nenhum outro instituto apontou, até agora, semelhante quadro. 

O caso mais grave pode ser apontado em Rondônia, com alto nível de irresponsabilidade, onde o governador Marcos José Rocha (PSL), aparece com rejeição de 76,9%, quando se constata que menos de dez pessoas foram entrevistadas no estado. 

A oposição festejou tal resultado, com análise pomposo da vigarice, usando a patifaria para espalhar a pesquisa fake na tentativa de enganar o eleitor.